Posts com Tag ‘Rebel Meets Rebel’

Se você tem um pinto e umas bolas no meio das pernas, então você provavelmente adora dirigir. Se você não tiver… Bem… Provavelmente você também adora dirigir. Todo mundo adora dirigir. E praticamente todo mundo que adora dirigir também adora pegar a estrada. Velocidades superiores às permitidas na cidade, nada de trânsito (dependendo do destino) e muitas vezes, grandes retas, sem curvas, subidas, radares, pedestres ou trânsito pra te impedirem de descer a bota e sentir a aceleração grudando tuas costas no banco.

Delícia.

Já imaginou comer o asfalto com um desses? Dodge Challenger R/T de 1970, usado no filme "Corrida contra o Destino". Motor V8, Magnum 440cv. Essa imagem pode ser usada como wallpaper.

(mais…)

Anúncios

Peço licença para o Tittão. Vou falar de música do caralho.

Os Sulistas norte-americanos sempre foram conhecidos como rebels. A cultura sulista se diferenciou  da do norte, e criou-se um estilo muito foda, principalmente na música. Surgiu o Delta Blues e o Country, que deram origem ao Rock. Daí saíram figuronas como Howlin’ Wolf, Booker White, Memphis Slim, Muddy Waters, David Allan Coe, Zakk Wylde e Dimebag Darrel.

Os Rebels… Um povo memorável.

Imagine o que aconteceria ao juntar dois produtos dessa cultura, de certo modo diferentes. Imagine juntar o Metal e o Country, mais especificamente o Pantera e o cantor de Outlaw David Allan Coe. Daí surgiu o Rebel Meets Rebel.

Foi um projeto paralelo que surgiu originalmente com a intenção de ser um dueto entre David Allan Coe e Phil Anselmo, mas virou um projeto paralelo entre Dimebag Darrel, Vinnie Paul, Rex Brown e David Allan Coe.

É um Thrash Country com letras que falam de mulher, poker e jogos, cerveja e uísque, máquinas potentes pegando a estrada. Tudo isso em ritmo de blues e country com a pegada do Pantera e a voz de velho cabeludo do David Allan Coe.

O projeto só rendeu um álbum homônimo, com 12 faixas, que foi gravado quando ninguém estava trabalhando em seu respectivo projeto original (o Pantera esteve em certos momentos em turnê, com o disco Reinventing the Steel) e só foi lançado em 2006, 2 anos depois da morte do Dimebag, sob a label do Vinnie Paul, a Big Vin Records.

O único álbum do Rebel Meets Rebel.

O negócio é curtir esse disco do caralho que muita gente ainda não conhece.

por Titio.