Posts com Tag ‘lixo’

Crepúsculo, Lua Nova e Eclipse

Publicado: 15 de julho de 2010 por Knicks em Cotidiano, Memes
Tags:, , ,

Isabella Swan, de 17 anos, nunca havia vivido grandes emoções na sua vida. Sendo uma jovem extremamente responsável, tímida e introspectiva, decide mudar-se da ensolarada cidade de Phoenix, onde morava com a sua mãe (Renée) e o novo marido dela (Phil), devido ao estado apreensivo desta, para a pequena e chuvosa cidade de Forks (apesar de a detestar), onde viveria com o seu pai, Charlie, o chefe da polícia local.

No primeiro dia de aulas na sua nova escola, Bella, como gostava de ser tratada…Para com isso né pessoal, vocês não acharam mesmo que eu ia escrever sobre Crepúsculo, esse texto ai em cima é propriedade da Wikipédia e só copiei ele por que não tenho paciência para escrever ou falar mais sobre isso, assunto debatido de mais nos últimos dias, já concordei que a série não merece a fama que tem.

Não pela história, ou pelo conceito que até são válidos mas o grande problema da série é que mudam totalmente personagens que já existem, vampiros que brilham e se apaixonam são como sacis brancos de duas pernas, e nem vou comentar sobre aquela decepção de lobisomem sem pelos e que não vira lobisomem….

Bom ví esse vídeo na internet e espero que vocês gostem, clipe de lançamento de um novo filme, parodiando a série.(mas obviamente muito melhor)

Ps. Crepúsculo, pela Desciclopédia:
Twilight, ou Crepúsculo ou CRAPúsculo, é uma série de livros meia-boca e completamente femininos criada por uma escritora que estava a beira da falência, mas descobriu que as menininhas de hoje em dia adoram mesmo é um viado e escreveu essa coisa sobre uma menina (Florisbela Swan que se apaixona por uma purpurina ambulante chamada Edward Cullen, que já fez bico nos cinemas como Sininho na animação Peter Pan.

Pânico na TV – Outra Decepção

Publicado: 14 de julho de 2010 por Knicks em Cotidiano, Memes
Tags:, , ,

Sim, há poucos dias fiz um post criticando os Legendários e  citei o Pânico na TV como programa de melhor humor, como pude estar tão errado, poucas horas depois foi ao ar o programa semanal e vi que o elogio que tinha feito era totalmente errado, um lixo, um desrespeito e uma merda de programa é assim que vejo o Pânico a partir desta semana.

Eles tiveram pontos positivos em toda a sua jornada, a campanha para o Silvio Santos liberar a imitação, a dança do Siri, e até as conversas com Clodovil mas agora o Pânico bateu no fundo do poço.

Se alguém bater no Silvio, ou no Vesgo será chamado de violento, se por um acaso alguém se irritar com qualquer um deles o povo vai atrás gritar que é liberdade de expressão, que não se pode proibir o humor, mas o que é humor??

Humor é o que nos faz rir de nós mesmos, que nos deixa sem reação com a própria estupidez de nossa raça.

Humor não é uma atriz fracassada arrotando na cara de artistas, isso é violência, é baixaria se qualquer um chegar e arrotar na cara de uma pessoa o mínimo que ira acontecer é receber um belo tapa, mas como é o pânico ninguém fala nada, domingo no alto do seu humor porco a “famosa” Vanessa Barzan, não conseguiu realizar sua missão. Missão essa que era se passar por repórter, mesmo com aquela cara de periguete, e ARROTAR no rosto de Laura Cardoso. Não sabe quem é Laura Cardoso?

Essa é a Laura Cardoso, uma atriz extraordinária, uma mulher fantástica e de educação exemplar, que escapou domingo desta agressão por um alerta que veio de repórteres que cobriam o evento, nem os próprios colegas de profissão do  Pânico acreditaram em tamanha falta de respeito e tiraram Vanessa de perto de uma incrédula Laura que se preparava para uma entrevista.Desconcertada e incrédula, ao saber que a “repórter” iria arrotar em seu rosto, Laura perguntou: O que eu fiz para ela fazer isso comigo?

Nada, Laura. Você apenas é uma atriz de renome, é uma pessoa pública, em um país que venera idiotas como os profissionais (?) por trás do Pânico. Gente que acha que achacar, constranger e humilhar é o que há de mais divertido no “humor”. Vanessa foi gentilmente expulsa do local, sob protestos, dela claro, afinal haviam lhe impedido de realizar seu trabalho. Trabalho. Profissão? Ah, eu arroto na cara de pessoas. Humor? ONDE?!!?

Se Laura Cardoso fosse minha parente e sofresse uma agressão deste nível provavelmente essa tal de Vanessa Barzan estaria agora pendurada de ponta cabeça em algum viaduto, com os caminhões batendo nela, ai eu seria chamado de violento por não deixar com que essa “repórter” seguisse fazendo seu “trabalho”.

Vergonha de saber que o povo admira gente assim….

a vocês do Pânico meus comprimentos:

Fontes :O Lixo do Programa, a maioria do texto é meu e uma parte do Blog Um Passinho a Frente