Hooegerr… Hoggerb… “Hoogueroquê?”

Hoogerbrugge. Pronuncie Ruguerbrugue. E é Han (como em “rã”), não Hans.

"Hoogerbrugge. É. Deve ser assim que escreve meu nome..."

Esclarecidas as coisas acima, vamos ao que interessa. O cara é artista visual por profissão e lunático por diversão. Além de ter um bigode muito estiloso.

Nascido na Holanda em 1963, na cidade de Roterdam, era cartunista até 1996, quando conheceu a Internet. A partir daí foi um passo pra se tornar artista digital. Desenvolveu um estilo particularmente interessante, que aparenta (mas não necessariamente é) desenhar tendo a fotografia como base. Fez trabalhos e exposições para vários museus, incluindo o Museu da Cidade do México, o Museu de Design de Londres e o Museu Central de Utrecht (Holanda).  Seus personagens são geralmente pessoas de roupa social, camisa e gravata, às vezes terno. Seu personagem mais conhecido é (quem diria) ele mesmo, que costuma protagonizar situações hilárias e por vezes inusitadas.

Pigs. "São inteligentes, mas vivem na sujeira".

Entre seus trabalhos mais comentados está “Neurotica”, uma série de tirinhas que punham seu auto-retrato em situações cotidianas, e que depois foi adaptada à internet em forma de tirinhas interativas, conceito que mais tarde geraria a “arte interativa” que até hoje integra seu estilo. Foi, também, o criador da série “Nails” (que se utiliza totalmente do conceito de “arte interativa”), onde seu personagem é colocado em situações no mínimo bizarras e confusas. É provavelmente seu trabalho mais surreal e lunático.

Hoogerbrugge também trabalhou em várias animações, que incluem trabalhos pessoais, vinhetinhas nonsense da Mtv e clipes de bandas.

Seu trabalho mais recente é em conjunto com o escritor Paul Hall, e se chama “Prostress”. É uma série de tirinhas humorísticas mais convencionais e minimalistas, que foram lançadas em 2008. Esse ano em sua segunda versão, “Prostress 2.0“, é um site onde o autor publica diariamente suas tirinhas. Na série é comum a sátira a personagens públicas como Bono Vox ou Ozzy Osbourne, políticos como Obama, Sarkozy e Balkenende (Primeiro Ministro da Holanda) e frequentemente ao próprio Hoogerbrugge. Também é comum a ocorrência de diálogos entre um cão e um urso, bem como a publicação, aos fins de semana, da série “La Grande Fête”, que são estudos e releituras de variados personagens, geralmente interpretados utilizando óleo sobre tela.

"Ainda me lembro quando os popstars usavam muita heroína!"

Talvez tenha algo a ver com o fato de a maconha ser liberada na Holanda (eu não saberia dizer), mas é certeza que esse cara é um maluco, que faz sua loucura trabalhar a favor da arte. E muito bem, a propósito. Um gênio.

Anúncios
comentários
  1. […] This post was mentioned on Twitter by Tio!, Motosserrav8. Motosserrav8 said: Blog: A arte lunática de Han Hoogerbrugge. http://bit.ly/cnsDwZ Vai lá ver! […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s